12.9.11

Eu entre rios
você entre lagos
do outro lado daqui


o trêm faz escalas de sopro
e lá eu vejo
cavalos e carros velozes


do outro lado do rio
você entre lagos
já já chego aí

1.9.11

sim, foi bem o que eu quis dizer... mas...


interrompido em cada turno
desentendendo definições
para entrançar o desejo
nada parcial
na trama irrefletida
da voracidade

19.8.11

Até um fim

vento muito vento na tentativa de aguilhoar o mundo
num clic
com olhos de lobo mau
dentro muito dentro sem esforço provocando ócio
com dentes de guará
glutão do tempo sem motivo

26.7.11

a cabeça lançada para trás
deixa com que os ombros ondulem
as pernas, uma e outra, chutam delicadamente
o ar
lançando-se ao nada até a obrigação da volta
o sorriso cala a dificuldade...

17.3.11

Anagramas

Como posso te amar
aroma,
ramoso tempo, caos,
se tomo composto crasso poema?


Como eu te amaria
meio me acatar ou
atacar o meu meio?


Dispenso o pensamento,
menina, desse pós-ponto.

23.2.11

Contraponto

(aos 11 meses depois de sua morte)
(ao meu presente-futuro) 
(a você)
Pela coisa estabelecida
Pelo som, mesmo que articulado, incompreensível
Aqui permanecemos em nossa assembleia de destroços
Em reunião desierarquizada de ações
Nossa compilação de congressos
Desmembrados
Rasos em meio a uma profundidade de certezas
Em mato rareado
Há o ruído do orvalhar

16.2.11

Sendo:

a) S um espaçotempo real;
b) X, Y pertencem a S.
c) E=X união Y

Então:

A frequência em S do evento E determina a realidade do sistema A.

ou

A é sistema de propriedades emergentes determinados por E e sua frequência em S.

As propriedades individuais de X e Y são diferentes das propriedades emergentes do Sistema A.

14.2.11

1.2.11

Da janela do meu vagão

Pela janela do meu vagão
não alcanço a passagem rápida
por mim dessa sua paisagem
curvada.


Da minha cabine retorcida
feita a ferro e martelo
gozo e ócio
sou afetado pela luz sinuosa
de suas variáveis (ilusão do não-volátil)

fixo os olhos!


Desenho: View from a Carriage Window  - František Kupka (Czech, 1871-1957)

20.1.11

Comprei alguns restos para a reconstrução. Antes era fácil juntar dois pedaços de coisas e fazer algo. Fácil demais.  Coisa qualquer. No dia que eu escolhesse. Como dissipo  quando já não cabe mais sujeira embaixo do meu tapete?



Katsushika Hokusai -  A Onda

17.1.11

Havia... há destroços

Havia... há destroços
dos pequenos acidentes
que o perseguem
sempre em tom 
de declaração de guerra
esparramados em torno


Georgia O'keeffe - Pelvis with a distance 

4.1.11

Numa noite

Numa noite de iniciantes
Eu, pedante, te mostro as estrelas
Vinho em copo de água
Você me apresenta o mundo