30.4.10

O que eu sentia eu perco

O que eu sentia eu perco, não você. Na saudades de mim eu recolheria pontas e esferas. Desejos e crenças. Temi porque não queria o que foi mas acreditava no que era. Esqueci e dancei entre pontas e esferas. Dancei incógnito, escondido no vapor do álcool. Tune in. Aumente o som, enquanto os mil braços estagnados em quadros estroboscópicos garantem uma lógica macia à individualidade liquefeita. Move, já que eu perco só o que eu sentia.

29.4.10

Tune it on.

Sou turno do sono,
So turn on the sound.
Soltar não dá sau-
dades do que foi,
So turn on the sound.
Saltando onde sal-
vo a pele do fim.